Seguro Rural x Agrícola

O seguro rural x agrícola

Um dos mais importantes instrumentos de política agrícola e fundamental para modernização tecnológica da agricultura – protege o produtor contra perdas causadas por fenômenos adversos da natureza até o limite máximo de indenização contratado.

Além da atividade agrícola, o seguro rural abrange também a atividade pecuária, o patrimônio do produtor rural, seus produtos, o crédito para comercializar a produção e o risco de morte dos produtores.

Ao contratá-lo, o produtor tem a possibilidade de recuperar o capital investido na sua lavoura ou empreendimento ante a perda da produção por conta de uma chuva mais forte ou de uma seca mais prolongada. O prejuízo pode ser evitado ou, no mínimo, reduzido.

 

Quais são as modalidades do seguro rural?

O seguro rural tem produtos específicos para todas as etapas do processo produtivo, que vão desde o plantio, passando pelo armazenamento de insumos e mercadorias até o beneficiamento e processamento dos produtos.

A alta exposição a riscos financeiros associados ao clima, doenças e preços das commodities exige que este seguro tenha forte apoio do resseguro e do governo. Para tanto, existem programas de subvenção para o pagamento de parte do prêmio do seguro rural, que tem as seguintes modalidades:

  • Seguro agrícola;
  • Seguro pecuário;
  • Seguro aquícola;
  • Seguro de benfeitorias e produtos agropecuários;
  • Seguro de penhor rural;
  • Seguro de florestas;
  • Seguro de vida do produtor rural;
  • Seguro de cédula do produto rural;

Existe diferença entre seguro rural e seguro agrícola?

Na atividade agropecuária, é comum o uso equivocado da terminologia relacionada com o seguro. Não raro, agricultores confundem seguro rural privado com programas de governo, principalmente o Proagro, destinado a pequenos e médios agricultores familiares para pagamento do custeio agrícola em casos de ocorrência de fenômenos naturais adversos, pragas e doenças que atinjam bens, rebanhos e plantações.

De acordo com a classificação a Susep, a diferença básica entre seguro rural e seguro agrícola é a seguinte:

  • Rural – conjunto amplo de seguros dirigidos à agricultura e à pecuária; e
  • Agrícola – subdivisão do ramo de seguro rural, direcionado a culturas permanentes e temporárias.

Quais são os benefícios econômico-sociais do seguro rural?

O retorno do seguro rural pode ser observado, principalmente, em três vertentes:

  • Estabilidade econômica dos produtores;
  • Geração de empregos no campo; e,
  • Desenvolvimento e estímulo à adoção de novas e mais eficazes tecnologias pelo produtor.

Por seus aspectos abrangentes, o seguro rural freia o êxodo rural, permitindo a continuidade das atividades do trabalhador no campo. Além disso, quando ocorrem perdas causadas por fenômenos climáticos adversos, a indenização recebida possibilita a realização de investimentos produtivos.

O seguro rural tem, ainda, a capacidade de diminuir a inadimplência do produtor com as instituições financeiras que concedem crédito rural, porque garante recursos para saldar a dívida contraída, no caso de fatores climáticos prejudicarem a produção.